28 de Junho de 2017
Utilize as teclas de atalho Alt+2 para navegar para a área de pesquisa do sítio web.
Utilize as teclas de atalho Alt+1 para navegar para a área de conteúdos do sítio web.

Bem-vindo

Conhecer e Qualificar

O ano de 2017 é, como todos sabemos, um ano importante para o Palácio Nacional de Mafra pois, em 17 de Novembro celebra-se o terceiro centenário da cerimónia de colocação da Primeira Pedra. Mais do que um importante acto de representação e de encenação, foi a expressão da vontade de um Monarca em afirmar o poder de um Reino assente na riqueza do seu império colonial, nomeadamente do ouro do Brasil.

 

Este Monumento, na periferia da Europa, ganha outra compreensão ao adquirir uma centralidade marcada pelo facto de o Atlântico deixar de separar mas ligar dois continentes. Da Europa chegam encomendas e do novo mundo vêm as matérias-primas e o ouro. Este monumento espelha já a globalização mercantil e essa é a sua escala.

 

Comemorar significa celebrar, significa homenagear e é isso que nos compete fazer trezentos anos após a colocação da primeira pedra. Devemos ter em conta a memória. O resgate da memória do esforço de um povo que aqui se exauriu para que o seu Rei e reino ganhassem o prestígio necessário, num tabuleiro de interesses cada vez mais complexo. Homenagear é, pois, esta celebração mostrando o nosso respeito e reconhecimento pela História. Pela nossa História.

 

As nossas propostas deverão ser marcadas pela sobriedade deste monumento, pelo requinte sensível, pela qualidade evidente e por um sinal pouco joanino – a austeridade. As comemorações deverão ser sinónimas de investimento e inseridas em programas concretos de conhecimento das nossas colecções e qualificação dos espaços. Conhecimento e Qualificação são então as duas palavras-chave transversais ao que deve ser todo o programa.

 

Mário Pereira

 

(Director) 

 

Lista de Conteúdos

  • Recomende este sítio web

Serviços do Site

Rodapé